Decoração

Artesãos de Apucarana transformam pneus em arte; O resultado é incrível

Material que era descarte vira vasos de plantas e até brinquedos

Casa das rosas

Mãos que transforam pneus inservíveis em arte. Pelo menos 300 peças que seriam descartadas viraram vasos de flores, poltronas e camas para cachorros e gatos.

A borracha gasta ganhou cores e formas que imitam até animais. As peças coloridas são arte do casal de Apucarana, Laureana Ferreira da Silva e Adilson de Almeida Jorge.

A arte nasceu de uma necessidade após Adilson ter ficado desempregado. Em agosto do ano passado, ele começou a pesquisar na internet sobre o assunto. De lá para cá, não parou mais e agora o casal ganha a vida com o artesanato.

“Depois que ele perdeu o emprego, precisávamos de uma renda, foi onde os pneus entraram em nossa vida. Em novembro, nós dois realizamos uma capacitação oferecida pela Rede de Mulheres Solidárias de Apucarana, foi então que a transformação em nossa vida começou. Agora ele faz os artesanatos e eu trabalho vendendo em um espaço cedido pela prefeitura”, comenta Laureana, que expõe suas peças no antigo módulo policial da Praça Tibagi.

LEIA TAMBÉM EM REVISTA MORAR BEM:

Laureana, que é paraibana, conta que ela e o marido já reaproveitaram mais de 300 pneus e que eles recebem encomendas até de outras cidades.

“Nossos pneus já foram para Novo Itacolomi, Califórnia e para outras cidades da nossa região. Não é tão fácil transformar um pneu em arte. Eu cheguei a duvidar de meu marido, pensei que não iríamos conseguir. Hoje nosso trabalho não é apenas voltado para o artesanato, mas também para a sustentabilidade”, detalha.

A coordenadora do Projeto de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, Bete Berton ressaltou o projeto é pautado em dois pilares, o da geração de trabalho e renda e da sustentabilidade.

“Esse trabalho com os pneus é muito interessante. Gera renda, colabora com a sustentabilidade, pois recolhemos os pneus e transformamos em arte decorativa. Nossa intenção e até embelezar as praças da cidade com os artesanatos. É levar mais cor e vida para esses lugares”, relata Bete.

Para a coordenadora, o apoio da prefeitura é fundamental, pois um espaço que antigamente funcionava um módulo policial que estava desativado, foi repassado para a Rede Solidária e transformado na Casa das Rosas, localizada na Praça Tibagi, próximo ao estádio municipal.

“Existe um projeto do município para recolher mais de 3 mil pneus que estão parados em borracharias. A prefeitura deve destinar, ainda, um barracão para que as pessoas levem os pneus lá. Queremos firmar essa parceria e reutilizar os pneus que serão jogados fora. Os pneus inservíveis para nós têm muito valor e nossos artesãos os transforam em peças lindas”, finaliza Bete Berton.

VER MAIS: 

Texto: Silvia Vilarinho

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close