Decoração

Descubra o segredo para não errar na hora de inserir móveis retrô no ambiente

Releituras de móveis antigos trazem personalidade aos ambientes

Repaginados, móveis com ares antigos reinam soberanos nos projetos decorativos.

Com uma dose extra de nostalgia, o estilo transmite personalidade a qualquer ambiente residencial, ou não.

  • Praça Rui Barbosa de Apucarana passou por grandes transformações

Uma característica marcante são as cores fortes e vibrantes, além da superfície extremamente lisa.

Sinônimo de ousadia, o estilo pede sabedoria de quem ousa aventurar-se por suas cores e formas.

A designer de interiores Giseli Simões Pinto, de Apucarana, revela os segredos para explorar o melhor do retrô e criar espaços encantadores.

A expert relembra que o toque retrô vem do mobiliário americano das décadas de 1950, 1960 e 1970.

Entre as características estão as formas simples, podendo ser arredondadas ou não, e a superfície lisa, o que facilitando na hora de compor os ambientes.

“Além dos amadeirados, branco e preto, as cores mais fortes são uma característica do móvel retrô. É justamente as cores vibrantes que agradam tanto as pessoas”, revela.

Outro ponto forte é a nostalgia que um móvel retrô remete a qualquer lugar, conduzindo a memória às boas lembranças do passado.

Porém, é preciso alguns cuidados para não errar a mão e sobrecarregar o ambiente.

“Geralmente são móveis baixos. As cores fortes como vermelho, amarelo, verde, azul, rosa e violeta alegram qualquer ambiente”, diz.

E para quem não quer ousar, a sugestão é investir em tons amadeiradas ou no clássico branco e preto.

Giseli garante que não é difícil incluir um móvel retrô na decoração justamente por suas formas simples, pés pontiagudos, os famosos “pés palitos”, sempre a mostra, que é um charme na peça.

Entretanto, o segredo, está na harmonia.

“Esse estilo de mobiliário pode ser inserido em qualquer estilo desde que converse com os outros móveis do ambiente de forma harmoniosa”, sublinha.

Para ser mais específica, o especialista ressalta que o estilo decorativo ideal para incluir o retrô é o contemporâneo, por possuir linhas retas e ser clean.

“A peça retrô sempre irá se destacar neste tipo de ambiente”, complementa.

Para arrematar a escolha, Giseli orienta ainda não misturar muitas estampas, cores, texturas ou até mesmo muitas peças no estilo retrô no mesmo ambiente.

“Um ambiente exagerado não evidenciará nenhum item e ainda ficará carregado”, salienta.

Cores vivas são um detalhe marcante do estilo, que leva mais vida a qualquer ambiente.

Móvel retrô
Foto: Sérgio Rodrigo/ Divulgação

O espaço gourmet recebeu o charme da cristaleira em estilo retrô, que veio em tom sóbrio mantendo a proposta do ambiente.

Cristaleira
Foto: Sérgio Rodrigo/ Divulgação

Dicas!

Para não errar, uma dica básica é utilizar uma base neutra em pisos, paredes ou revestimentos.

Outra dica é observar a proporção.

Para isso, tenha em mãos as medidas do ambiente na hora de escolher o mobiliário retrô.

As cores do mobiliário também devem ser analisadas com cautela.

Se optar por cores mais vibrantes, escolha aquelas de sua preferência que traga boas lembranças.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close