Imóveis

Morar bem não é sinônimo apenas de ter um imóvel bonito

Um bom lugar para morar

Morar bem não é sinônimo apenas de ter um imóvel bonito, funcional e aconchegante.

Na hora de comprar uma casa ou apartamento, o imobiliarista João Ceriani, da J.Mareze Ceriani Imóveis diz que vários fatores devem ser levados em conta como topografia e infraestrutura do bairro.

“É preciso prestar atenção se a região tem escolas, posto de saúde, praças, comércio, transporte público, além do perfil das construções. Há um ditado que menciona ser melhor ter uma casa modesta num bairro nobre do que uma mansão em um bairro modesto”, avalia.

Ceriani observa que, em Apucarana, os edifícios comerciais e mesmo os residenciais estão construídos predominantemente na área central, quadro vem sofrendo mudanças, por conta do novo Plano Diretor que abriu possibilidade de verticalização em novos bairros.

O empresário cita ainda que o mercado experimentou um bom período de valorização como reflexo da fase de crescimento econômico.

Alternativas de financiamento também colaboraram, sendo que um dos exemplos é o programa Minha Casa, Minha Vida, que potencializaram especialmente a valorização dos bairros mais modestos.

Alguns dos bairros residenciais mais valorizados da cidade são os que ficam próximos ao Clube 28 de Janeiro, a região dos colégios São José, Platão, Nilo Cairo, Vila Formosa, Jardim São Pedro até o Jardim das Flores e a partir de 2000 aproximadamente.

A região do Lago Jaboti é considerada um novo vetor de desenvolvimento da cidade, por conta do alto padrão de imóveis do Residencial Cazarim.

“Apucarana é uma cidade polo da região, com comércio, serviços e indústria diversificados. Estes são apenas alguns fatores que explicam o fato de ter um mercado imobiliário dinâmico e em constante valorização”, assinala.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close